Quarta-feira, 12 de Maio de 2010

Maratona de Roterdão 2010

Novamente em Abril depois da Maratona de Viena em 2009 chegou agora a vez de Roterdão.

Todos dizem que é a Maratona mais plana do mundo, onde se pode fazer grandes tempos.

Vamos nós lá ver como me sai.

Depois de ter concluído a maratona, penso que é possível para mas temos que sair lá na frente, porque com aproximadamente 30.000 atletas é um pouco complicado ter espaço para se poder desenvolver uma passada constante.

Foi isso que me aconteceu muito pouco espaço para correr, a juntar às tendências suicidas de alguns atletas, que iam da direita para esquerda e da esquerda para a direita de qualquer maneira, para evitar alguma queda fiz inicialmente uma corrida defensiva.

Esta Maratona tem qualquer coisa de misterioso que não consegui desmistificar, talvez por ter uma temperatura baixa, ou por ser uma maratona muito plana, a cidade em si também é fria, o apoio do público além de ser constante durante os 42 km umas vezes é carinhoso outras vezes parecem que estão muito distantes dos atletas.

Mas tenho que fazer justiça a população estava a rua apoiar os atletas á sua maneira, alguns acompanhavam-nos de bicicleta ou não fosse a Holanda o país daquela máquinas.

Até a minha prova foi toda ela muito esquisita ou tinha espaço para correr ou estava metido num cacho de atletas, e tinha sérias dificuldades em ultrapassa-los.

A organização para os 42,195 Kms só disponibilizou água e bebida isotónica, só no final é que havia abastecimento sólido, banana, que saudades dos nossos abastecimentos, que alguns tão mal dizem.

Voltemos ao que interessa a corrida por volta dos 15 Kms vejo á minha frente um atleta que tem na camisola o nome do seu país Peru, falo um pouco com ele e desejo-lhe boa sorte.

Ele fica um pouco para trás não é para meu espanto que por volta dos 25 kms ele aparece à minha frente no abastecimento, trocamos novas palavras, é quando o Angel me pergunta que tempo penso fazer, respondo-lhe 3h 20m quanto muito 3h 25m.

Faço-lhe a mesma pergunta e ele responde que vai para 3h 30m.

Ficamos de trocar algumas palavras pelo Facebook.

Na passagem dos 32 km tinha-se de contornar um Bosque onde havia menos gente a dar apoio, mas aqueles que lá estavam ofereciam comida sólida, um gesto simpático.

Um pouco mais frente ao km 38 passava-se um bairro com imenso público onde as crianças nos davam pedaços de laranja.

Daí para a frente pouco mais a registar a não ser aquele esforço final que todos atletas fazem para melhorar o seu tempo nem que seja alguns segundos.

Quando cruzei a meta lá estava a Adélia com grande entusiasmo a saudar a minha chegada.

 

publicado por Álvaro Pinto às 22:43
link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|

.Quem Sou

.pesquisar

 

.Janeiro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

.posts recentes

. 24 Horas de Hall Of Fame

. Maratona de Roterdão 2010

. Novas Provas - AXTRAIL - ...

. As minhas Provas

. 7º Cross da Laminha

. Maratonas

. As minhas provas de 2009

. AXTRAIL

. CLube Oriental de Lisboa ...

. 1º Serie do AXTRAIL - Gói...

. G P Queluz - Manuel Faria

. 1/2 Maratona de São João ...

. WOODSTOCK

. UTNLO

. Recomenda-se Visita

. Novas Provas

. Voltamos de Férias

. Ultra Trail Serra Freita ...

. II Ultra Trail Geira Roma...

. II Ultra Trail Geira Roma...

. II Ultra Trail Geira Roma...

. V Peddy Paper GJMM 2009

. II Ultra Trail Geira Roma...

. II Ultra Trail Geira Roma...

. MICHAEL JACKSON - MORRE O...

.arquivos

. Janeiro 2015

. Maio 2010

. Março 2010

. Janeiro 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Outubro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

. Agosto 2008

. Julho 2008

. Junho 2008

.tags

. todas as tags

.links

.Ultras visitantes

stats counter
Website Hit Counter
blogs SAPO

.subscrever feeds